LEOPOLDINA

LEOPOLDINA

Marcelino Rodriguez

Num leito de montanha
A cidade desperta
Seu leite, sino, sinais.
Nada acontece de mais,
Nem de menos.
A cidade é exata.
O dia passa brando
Como um suspiro.
O crepusculo é verde mata.
Poema, como te quero!
A noite, Nossa Senhora Leopoldina nos brinda suas luzes
(Vagalumes do seu véu.).
Assim em paz, quase sem pecados,
Vivemos e adormecemos
Nós, os que vivemos
Na cidade exata.

Leopoldina. Setembro, 2010.

Anúncios

2 thoughts on “LEOPOLDINA

  1. Pacata cidade do interior de Miinas, talvez seja o que vc esteja precisando.Quem sabe aqui vc consiga concentrar nos seus trabalhos e esquecer dos tubinhos do metropole. Quem sabe encontrou o seu lugar. Grandes poetas e escritores nasceram nesse berço abençoado de montanhas. Mas cuidado, as montanhas escondem os seus segredos…
    Enquanto vc se recolhe a sosego das montanhas, eu aqui estou pensando(pensando) em me mudar para metropole…

    beijo grande
    chalissa

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s