A BUSCA – Trecho do novo livro

A BUSCA

Final dos anos oitenta, década de 90

Em parte, influenciado pela literatura de Fernando Pessoa, comecei
cedo meus estudos da verdade pelos rosacruzes, am 1988.
Uma década após,  num desses
ritos de passagem de um grau para outro, conheci Dora, uma morena
alta que pertencia a outro Templo da Ordem,
na Zona Sul do Rio de Janeiro. Estavamos na cantina, trocando
umas idéias. Dela emanava uma força quase “visível”, o que é
uma das prerrogativas dos esotéricos que verdadeiramente trabalham
seu interior.
Ela trazia uma cruz egipcia, a Ansata, ao pescoço. Os cabelos
pendiam preenchendo os ombros e parte do pescoço, enquanto ela comia
um lanche elegantemente. Estavámos felizes pela beleza
do ritual que vivenciarámos. Ela disse-me:
— O ser humano não é feliz porque é mesquinho.
Aprenda isso, Frater.
Hoje ainda ,quase cotidianamente, dou de frente com a verdade
dita por Dora naquela noite iluminada em quase todas es esquinas
que passo, aqui e além.

Anúncios

3 comentários em “A BUSCA – Trecho do novo livro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s