O MITO

O MITO

Marcelino Rodriguez

 

Dois fatos atormentavam o menino louro de beleza clássica que fui: a bronquite e as assombrações. A bronquite levou-me as catarradas dramáticas e a conhecer a pobreza e o sofrimento do povo nos hospitais públicos onde pouco se incomodam de dar qualidade de vida à vida. Minha mãe costureira, pobrecita, sofria comigo levando-me muitas madrugadas aos postos de saúde, onde eu pensava a cada vez que iria sucumbir a tanto sofrimento. As vizinhas confabulavam as mais estranhas simpatias para curar-me. O que eu tomei de beberagem foi uma coisa de cinema. Lembro que até puseram debaixo do meu travisseiro calcinhas de três moças virgens das três raças da terra: negra, branca e índia. O caso é que um dia, após sair de uma clínica de nebulização, senti que nunca mais voltaria a ter bronquite. Internamente, tive essa certeza na alma porque via uma luz branca em tudo, como se fossem asas de anjos em estado de ar. Com relação as entidades, minha mãe levava-me a longínquos centros de umbanda, onde as pretas velhas tratavam-me as cachimbadas. Mum desses centros, que que acredito era de Oxala, pois era todo azul e branco e tinha uma extrela de seis pontas, como a dos judeus, no centro da parede, atrás das velhas e das diversas entidades de gesso que formava o altar. Subitamente a fumaça do cachimbo foi me causando um tremor nas pernas, numa sedução que queria levar-me aos outros mundos desconhecidos. Consegui, porém, manter-me na terra. No entanto, percebi que eu tinha um outra parte em mim abissal, profunda e infinita que desconhecia. Passei muitos anos disputando a noite meus brinquedos com as entidades e fantasmas nas noites compridas e procurei esquecer a experiência do tremor. Numa dessas noites de terror infinito, acordei gritando e sobressaltado, com o coração a sair pela boca. Foi quando minha mãe ensinou-me a rezar o credo e derepente a noite se encheu de paz e os anjos levaram-me a dormir. Havia descoberto a oração.

 

Direitos Reservados

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s