POEMA AO ARCANJO MIGUEL PARA SANTINHOS

POEMA A SÃO MIGUEL ARCANJO

Marcelino Rodriguez

Agora que vem a noite e estou só, meu Anjo, que seria de mim se não fosse olhar por seus olhos e erguer-me por suas asas? Proteja-me, Arcanjo, a travessia de trem, dos aviões e dos amores. Proteja-me os bens e o corpo, para a glória da bondade.

Sim, amigo, sem ti não seria possível esse divino fogo solitário que cai, na noite que chega, na mais funda madrugada e na manhã. Saber de ti me faz menos só e mais puro. Trazes-me a recordação que as trevas e a inveja merecem compaixão e desprezo; que o altíssimo preza nos seus filhos a digna e brava postura de quem nasceu para servir ao amor, a luz e a alegria.

Que eu aceite a vitória e a paz, que eu aceite a esperança de cada dia. Porque sei que me amas, porque sabe que me tens. Guarda-me. Proteja-me. Guia-me.

Amém!.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s