A MULHER DO NINJA

A MULHER DO NINJA

Marcelino Rodriguez

Natanael ficava bastante curioso de saber como o seu mestre, o Ninja, vivia com Madalena trinta anos numa harmonia que parecia que o casal havia treinado por séculos. Um dia, aproveitando que o Ninja tinha se dado ao luxo de tomar uma chandon a mais, resolveu descobrir o segredo do casal...
— Mestre, posso perguntar uma coisa?
— Pode, gafanhoto.
— A dona Madalena nunca discutiu com o senhor?
— Uma única vez, para me pedir em casamento. Não tive escolha.
— Como assim, mestre?
— Madalena passou comigo fome, frio, calor, duas guerras mundiais, balas perdidas, seqüestros, inundações, terremotos, ameaça de apocalipses, pesadelos, falências e um dia, duas semanas após eu ganhar minha fortuna como Ninja Maior, ela me chamou para discutir relação, trazendo uma dessas chandons que você me vê bebendo hoje. Lembro bem: era uma noite de lua cheia. Foi quando ela disse:
— Amor, vamos discutir a relação?
— Tá bom, amor, pode dizer onde eu assino – foi tudo que eu disse, gafanhoto. Madalena também é da raça das Ninjas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s